"Poor is the man whose pleasures depend on the permission of another"

5/29/2011

solidão demais enjoa. amor demais perdoa.

5/19/2011

Nunca mais serei aquela...

Engraçado pensar em mim 3 anos atrás... nessa época tinha acabado de vender a empresa, tava sem eira muito menos beira. Tinha voltado prá casa da minha mãe, pq não conseguia ficar sozinha no apartamento sem chorar.

Não fazia a mínima idéia do que me esperava. Era como me jogar de um abismo. Sair da minha cidade, sair da vida que eu conhecia e tentar algo, que eu nem sabia o que, num lugar diferente.

Lembro do pavor. Lembro da sensação de estar cometendo um grande erro.

Eu era outra. Eu tinha uma concepção de vida que não ia além de 600km. Eu não sabia nada. E eu tinha quase 30 anos e não sabia nada. Daí, como sempre acontece com a minha vida, ela deu uma virada! Eu vim parar aqui, sem conhecer ninguém, sem trabalho, sem vida social, sem nada do que eu considerava seguro.

Dois anos e meio depois... ouvi isso de pessoas que me conhecem faz muito tempo: "É outra Ane" ou "Agora tu tá pronta!" ou ainda "Você é muito diferente daquela garotinha provinciana que eu conheci." - essa eu achei a mais sincera.

Mas sabe que eu tenho orgulho disso, muito muito! Dessa coisa de mudar, de aceitar o novo, de saber tirar o melhor do que é novo. De viver. Viver prá frente, aceitando os riscos. Olho praquela garotinha provinciana que desembarcou aqui com 29 anos e sem ter vivido nada, daí me viro e olho prá mulher que vou ser. Prá mulher que venho me tornando. A garotinha me trouxe até aqui, mas ela sabe que o tempo dela passou.

Nunca mais serei aquela...

Comente, comente, comente!!!!

L e i a , r e f l i t a , c o m e n t e ...

Anúncios Google